26 de setembro de 2014 ~ 0 Comentários

Decoração: Oh gosh, Cindy!

A Cindy é uma jovem holandesa de 22 anos que mora na Inglaterra e faz desenhos temáticos com aquarela, normalmente de filmes, seriados ou cantores, com frases que os marcaram. Depois de ver um dos seus trabalhos resolvi fuxicar sua loja no Etsy e me apaixonei por tudo, principalmente pelas referências aos anos 90. Além de fazer quadros ela também faz cases pra celular e cartões, já quero muito um desses pra chamar de meu.

Filmes

10 coisas que eu odeio em você

10coisas

 

Ms. Doubftire (feito em homenagem ao Robin Willians)

 

 

mrs.doubtfire

As patricinhas de Beverly Hills

asif

 

Mean Girls

meangirls

 

Grease

 

frenchy

 

O grande Gatsby

greatgatsby

Breakfast at Tiffany´s

breakfastattiffanys

Seriados

Breaking Bad

 

walt

jesse

New girl

zooey

 

 

Cases para celular

 

 

cases

 

Bem legal, né? :)

 

Compartilhe no Facebook

24 de setembro de 2014 ~ 0 Comentários

Sobre respeito, feminismo e um pouco de música

Até a adolescência eu não pensava muito sobre feminismo. Sabia que no fundo era feminista, mas não era algo que eu expressasse muito. Um dia, lá pelos meus 20 anos, percebi que quase sempre que saía pra caminhar na rua levava uma buzinada ou ouvia alguma besteira,  e acabei expressando minha idnignação no facebook. Não demorou muito pra ver um menino dizendo que no fundo eu gostava daquilo, como toda mulher,  que faz bem pra nossa autoestima.

I-really-wanna-marry-the-guy-who-whistled-at-me-from-his-car

Também já ouvi que eu não deveria usar roupas curtas. “As pessoas podem ter uma ideia errada de você, Bia”. Eu gosto de saias e shorts um pouco mais curtos e essa é a única ideia que eles deveriam ter sobre isso. Tá tudo tão errado que meu próprio pai já me pediu pra não sair um dia de short à noite, porque ia sair sozinha e ele tinha medo do que um homem com pensamento assim poderia fazer. Não que faça muita diferença, já que andando na rua com qualquer roupa isso acontece, e é por isso e pelo medo de enfrentar coisas piores que muitas mulheres não se sentem mais seguras sozinhas à noite.

É da nossa natureza julgar as pessoas, eu sei.  A gente sempre fez isso e sempre vai fazer, mas existe um limite, sabe? E você costuma saber qual é, quando uma “julgadinha” ingênua (normalmente feita mentalmente) se tranforma no que tem acontecido nos dias de hoje,  como o tal do slut shaming. Homens julgando mulheres pela roupa, pela falta de roupa. Mulheres julgando mulheres. A gente, que devia se apoiar a fazer e usar o que bem entender, tá perdendo tempo julgando outra pessoa pra tentar mostrar (normalmente pra nós mesmas) que somos melhores que ela. A gente tá jogando no lixo tudo aquilo que outras mulheres lutarem (e ainda lutam) pra gente poder ter, triste.

Outra coisa que tenho visto muito são meninas afirmando não ser feministas por não saber o significado básico da palavra. Inclusive uma das cantoras das músicas que coloquei aqui, a Meghan Trainor, afirmou não ser esses dias.  Ser feminista é buscar a igualdade dos gêneros (na medida das suas desigualdades), é acreditar que a mulher pode ser e fazer o que quiser. Acredito que a Meghan Trainor e várias outras meninas e meninos por aí são, sem saber, só se assutam com a palavra. Por isso é sim importante falar sobre o assunto como se tem feito.

Sobre as fotos de celebridades que vazaram (e continuam vazando), o Seth Rogan  disse no twitter:

“Posting pics hacked from someone’s cell phone is really no different than selling stolen merchandise.”

“Postar fotos hackeadas do celular de alguém não é diferente de vender mercadoria roubada.”

Acredito que quem compartilha faz o mesmo. Por isso, esqueçam as fotos da Jlaw, da Kim Kardashian e da menina da sua cidade. Se ela não te enviou a foto, não era pra você ver. Vamos também acabar com esse falso puritanismo, por favor? Não entendo como uma sociedade que se diz tão liberal pra tanta coisa pode querer retroceder em outras muito mais importantes. Ninguém quer pôr uma filha num mundo em que ela não se sinta livre pra fazer uma coisa tão simples como usar uma roupa que goste ou andar sozinha na rua.

Ah, a Emma Watson fez um discurso lindo sobre os problemas enfrentados tanto pelas mulheres quanto pelos homens devido a falta de igualdade de gênero. Ela também lançou uma campanha, a Heforshe, que busca a integração dos homens ao feminismo. Se você ainda não viu o vídeo, vê aqui:

A ONU também liberou uma pesquisa importante sobre a discriminação da mulher na indústria cinematográfica. Há muito tempo venho debatendo esse assunto com pessoas próximas e fiquei muito feliz com a pesquisa, que concluiu fatos como:

“Sexualização é o padrão para personagens femininos em todo o mundo: as meninas e as mulheres são duas vezes mais propensas que os meninos e homens a ser mostradas em roupas sensuais, parcial ou totalmente nuas, magras, e cinco vezes mais chances de ser referenciadas como atraentes (..).  Adolescentes (13-20 anos) estão propensas a ser sexualizadas como mulheres adultas jovens (21-39 anos).” Esses são alguns dos motivos que me fazem não gostar de certos filmes, em especial os de comédia, onde as mulheres quase não tem espaço e costumam ser degradadas, e os de ação.

Também recomendo a página no facebook Projeto Revista Cláudia, onde a Vanessa Mathias se dispõe a fazer tudo que as revistas femininas sugerem por 30 dias e relata pra gente, é uma forma leve e divertida de ver o assunto.

O texto ficou enorme, eu sei. É que tava tudo aqui guardado há um bom tempo, achei que agora era a hora de falar um pouco sobre o assunto hehe.

Espero que gostem das músicas (coloquei um pouco de tudo) e se inspirem :)

 

Compartilhe no Facebook

22 de setembro de 2014 ~ 0 Comentários

Instagrameando a semana

foto 1 (3)-tile

Semana passada foi uma semana corrida e de muuito calor sim, ainda. Pra aguentar o calor fiz bebidas geladas, tipo esse smoothie de iogurte grego, água, morango, chia, hortelã e gelo. Ficou bem gostoso e deu pra aliviar o calor.

O Bono é meu cachorro mais carinhoso, toda vez que paro de fazer carinho ele faz carinho em mim com a patinha pedindo atenção. Tem como não amar um cachorro assim?

Passei nas lojas americanas procurando um presente e encontrei finalmente esse laka com pedaços de oreo. Oreo é meu biscoito preferido, principalmente o de peanut butter (que infelizmente não vende aqui), então comprei pra experimentar. É um dos melhores chocolates que comi esse ano.

Sexta fez muito calor, mesmo à noite, por isso escolhi uma roupa fresquinha pra ir na casa da sogra e um coque. Tá difícil aguentar o cabelo longo nesse calor, dá muita vontade de cortar logo.

Sábado foi o chá de lingerie da Nay, foi super divertido, desde a organização (sim, eu gosto de organizar festas apesar do estresse ehe) até a festa em si, que ficou linda.  Teve mini tequila sunrise, brincadeiras e muita gordice. Muita.

Domingo foi dia de churrasco na casa da vó e de moleza vendo Breaking Bad com o Thomas. Eu fiquei bem cansada depois de sábado, acabei nem fotografando nada hehe.

E a semana de vocês, como foi? Boa semana, gente :)

Compartilhe no Facebook